Saturday 17 November 2018
Home      All news      Contact us      English
dnoticias - 8 days ago

Venezuela anuncia que já recebeu os pernis de porco para o Natal

A Venezuela anunciou hoje que já chegaram os pernis de porco que vão ser distribuídos durante o Natal, um ano depois de ter acusado Portugal de sabotar o envio daquele produto, muito procurado pelos venezuelanos durante a época natalícia.“Estamos a rever a mercadoria que está a chegar ao país, através do porto de La Guaira”, anunciou o ministro de Alimentação venezuelano, Luís Medina.A chegada do pernil foi confirmada pelo ministro venezuelano, através da sua conta na rede social Twitter onde o explicou que garantirá uma tradição do povo da Venezuela, mas sem confirmar a quantidade de pernis ou a sua proveniência, que chegaram ao principal porto marítimo do país.Em finais de 2017 o Presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, acusou Portugal de sabotar a importação de pernil de porco por parte do seu governo, que não cumpriu a promessa de distribuir entre o povo este tradicional alimento de Natal.“O que se passou com o pernil? Fomos sabotados e posso dizer de um país em particular, Portugal. Estava tudo pronto, comprámos todo o pernil que havia na Venezuela, mas tínhamos que importar e sabotaram a compra”, disse na altura Nicolás Maduro, durante uma alocução televisiva.O Presidente da Venezuela referiu que tinha feito um plano e acertado os pagamentos, mas que “foram perseguidos e sabotados os barcos” que traziam o pernil, lamentando ainda que alguns países tivessem bloqueado as contas bancárias que iriam ser utilizadas para efetuar os pagamentos.Por outro lado, o vice-presidente do Partido Socialista Unido da Venezuela (PSUV, o partido do Governo), Diosdado Cabello, tido como o segundo homem do regime, acusou os portugueses de se terem assustado com os norte-americanos.“Os portugueses comprometeram-se, os ‘gringos’ (norte-americanos) assustaram-nos e não mandaram o pernil e estamos em apertos”, disse à televisão estatal, atribuindo a sabotagem a uma estratégia da “direita” para que “o povo brigue com o próprio povo”.O ministro dos Negócios Estrangeiros português, Augusto Santos Silva, rejeitou a acusação de sabotagem à venda de carne de porco à Venezuela, frisando que Portugal é uma economia de mercado em que o Governo não interfere nas relações entre empresas.“O Governo português não exporta pernil de porco, nem para a Venezuela, nem para nenhum país do mundo”, disse então Augusto Santos Silva à imprensa à margem do 6.º Fórum de Graduados Portugueses no Estrangeiro, em Lisboa.Ainda em finais de 2017, a empresa agroalimentar Raporal- Rações de Portugal revelou que a Venezuela devia, na altura, cerca de 40 milhões de euros às empresas portuguesas fornecedoras de pernil de porco àquele país.A falta de pernil motivou vários protestos da população, que reclamou pela falta de alguns bens alimentares, mas também pelos altos preços de alguns produtos.Estima-se que pelo menos 6 milhões de venezuelanos recebem pernil a preços subsidiados através das bolsas de alimentos subsidiados pelo Estado.

Related news

Latest News
Hashtags:   

Venezuela

 | 

anuncia

 | 

recebeu

 | 

pernis

 | 

porco

 | 

Natal

 | 
Most Popular (6 hours)

Most Popular (24 hours)

Most Popular (a week)

Sources