Friday 14 December 2018
Home      All news      Contact us      English
zerozero - 29 days ago

Juiz considera que as provas do MP não são suficientes para preventiva e Bruno de Carvalho está em liberdade

Quatro dias depois de ter sido detido, Bruno de Carvalho est em liberdade. O juiz de instru o criminal do tribunal do Barreiro decidiu esta quinta-feira que o antigo presidente do Sporting e Mustaf , l der da Juve Leo, v o aguardar julgamento em liberdade, ficando com apresenta es di rias, sendo que Bruno de Carvalho ter de pagar uma cau o de 70 mil euros. S o essas ent o as medidas de coa o aplicadas. Apesar de sair em liberdade esta quinta-feira, Bruno de Carvalho est agora formalmente acusado de 56 crimes. Est acusado dos crimes de terrorismo, sequestro, posse de arma ilegal, amea a agravada, ofensa integridade f sica qualificada e dano com viol ncia. Mustaf est acusado dos mesmos crimes, sendo que tamb m est acusado de tr fico de estupefacientes. Esta decis o acaba por ser menos grave do que aconteceu aos outros 38 suspeitos do mesmo caso, que ficaram todos em pris o preventiva. No comunicado que explica a aplica o das medidas de coa o, o juiz revela que o MP n o apresentou provas cabais para as acusa es que s o feitas, ainda que considere que existem motivos para que o ex-dirigente seja mesmo acusado. Este caso dever agora seguir para a fase de instru o. Ou seja, se um dos arguidos pedir a abertura da instru o, seja BdC ou qualquer outro, toda a acusa o do Minist rio P blico ser a avaliada por um outro juiz (Tribunal Central de Instru o Criminal, em Lisboa), para se perceber se existem motivos para seguir para julgamento formal.

Related news

Latest News
Hashtags:   

considera

 | 

provas

 | 

suficientes

 | 

preventiva

 | 

Bruno

 | 

Carvalho

 | 

liberdade

 | 
Most Popular (6 hours)

Most Popular (24 hours)

Most Popular (a week)

Sources