Tuesday 2 June 2020
Home      All news      Contact us      English
diariodigital - 10 days ago

COVID-19: Desportivo das Aves reagenda eleições para 27 de junho

As eleições dos órgãos sociais do Desportivo das Aves para o biénio 2020-2022 vão realizar-se em 27 de junho, após terem sido suspensas devido à pandemia de COVID-19, anunciou hoje o lanterna-vermelha da I Liga de futebol.“A logística será adequada às restrições impostas pela legislação em vigor, contando-se com a responsabilidade dos sócios no cumprimento das mesmas durante a permanência no local. Atempadamente será anunciado o horário de funcionamento das urnas e as condições de realização da Assembleia Geral de tomada de posse”, lê-se na convocatória assinada pelo presidente da Mesa da Assembleia-Geral, Fernando Sineiro.O sufrágio deveria ter ocorrido em 09 de maio e foi suspenso três semanas antes, sem candidaturas anunciadas e em articulação com as recomendações das autoridades sanitárias, transitando do estádio para o pavilhão do emblema de Santo Tirso.“As candidaturas devem ser feitas em lista completa para todos os órgãos sociais e dar entrada na secretaria do clube (pavilhão) até às 18:00 de 17 de junho, ao cuidado do presidente da Assembleia-Geral, acompanhadas dos termos de aceitação de todos os candidatos. Para o exercício de voto estão elegíveis os sócios com idade superior a 18 anos e em pleno gozo dos seus direitos (quota de junho de 2020)”, termina o documento.Na liderança avense desde a temporada 2010/11, Armando Silva, de 56 anos, foi reeleito sem oposição em abril de 2018, com 90% dos votos, dois meses antes de assistir a mudanças na administração da SAD, na qual detém 10% de capital desde agosto de 2015, face aos 70% controlados pelo grupo de investidores ‘Galaxy Believers’.Alegando divergências com os restantes membros da sociedade anónima, o então presidente brasileiro Luiz Andrade apresentou a demissão e foi substituído pelo chinês Wei Zhao, que já era acionista maioritário da empresa ligada ao marketing desportivo, a par do compatriota Hongmin Wang, passando a deter 90% das ações da SAD avense.Na quarta-feira, a ex-diretora executiva Estrela Costa tornou-se a nova acionista da ‘Galaxy Believers’, ao adquirir os 10% de capital que estavam na posse de Luiz Andrade, formando com o marido Wei Zhao uma dupla que controla 53,3% das ações e o poder de decisão sobre o futebol profissional do emblema da Vila das Aves.Após a conquista inédita da Taça de Portugal, em 2017/18, os nortenhos fizeram história com a segunda manutenção consecutiva na elite, numa época em que assinalaram a estreia do escalão sub-23 com os títulos da Liga e Taça Revelação, mas têm atravessado uma série de contrariedades desportivas, diretivas e financeiras desde agosto.O Desportivo das Aves pode perder dois a cinco pontos pelo atraso salarial verificado entre dezembro de 2019 e fevereiro de 2020, face aos 13 somados em 24 jornadas da I Liga, nove abaixo da zona de salvação, num conjunto de dívidas justificadas pela SAD com a paralisação da atividade económica na China, motivada pela pandemia de covid-19.O processo seguiu da Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP) para o Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol em 03 de abril e originou as rescisões unilaterais do guarda-redes francês Quentin Beunardeau e do avançado brasileiro Welinton Júnior enquanto a administração liquidava parte das verbas.No plano de desconfinamento face à pandemia de COVID-19, o Governo autorizou a realização à porta fechada dos 90 jogos da I Liga, que regressa em 03 de junho e é liderada pelo FC Porto, com um ponto de vantagem sobre o campeão Benfica, e da final da Taça de Portugal, entre ‘dragões’ e ‘águias’, tendo excluído a continuidade da II Liga.Alojado no terceiro e último patamar da LPFP, o Estádio do CD Aves foi aprovado hoje pela Direção-Geral da Saúde (DGS) e tornou-se o 13.º recinto preparado para a retoma do campeonato, depois de ter reforçado a sinalização das medidas de segurança e implementado tapetes desinfetantes a pedido das autoridades regionais de saúde.Envolvido na fuga à despromoção, o plantel comandado por Nuno Manta Santos vai receber em Santo Tirso o Belenenses SAD (25.ª jornada, em 05 de junho), o líder FC Porto (27.ª, no dia 15), o Moreirense (29.ª, no dia 28), o Vitória de Setúbal (31.ª, em 08 de julho) e o campeão nacional Benfica (33.ª e penúltima ronda, apontada para o dia 21).Os campeonatos de França, Países Baixos, Bélgica e Escócia foram cancelados, enquanto outros países preparam o regresso gradual à competição, como Inglaterra, Itália, Espanha e Portugal, depois de a Liga alemã ter sido retomada no sábado.A nível global, segundo um balanço da agência de notícias AFP, a pandemia de COVID-19 já provocou quase 330 mil mortos e infetou mais de 5,1 milhões de pessoas em 196 países e territórios. Mais de 1,9 milhões de doentes foram considerados curados.


Latest News
Hashtags:   

COVID

 | 

Desportivo

 | 

reagenda

 | 

eleições

 | 

junho

 | 
Most Popular (6 hours)

Most Popular (24 hours)

Most Popular (a week)

Sources