Sunday 20 September 2020
Home      All news      Contact us      English
diariodigital - 1 month ago

Sporting reagiu em comunicado à notícia sobre a alegada penhora por parte da UEFA: Desrespeito não vai passar incólume

O Sporting reagiu, esta sexta-feira, a uma noticia do jornal A Bola que dava conta que o clube tem prémios da UEFA penhorados devido a dívida por Mihajlovic.O emblema leonino fala de desrespeito por todos os Sportinguistas e apelida mesmo a publicação de ovelha negra e sublinha o ato que não vai passar incólume .Veja o comunicado na íntegra dos leões:Persiste, subindo de tom, a campanha que o jornal A Bola tem vindo continuadamente a fazer contra o Sporting Clube de Portugal e em desrespeito por todos os Sportinguistas. Em nome de quê, só os próprios saberão. Porque em nome da boa reputação do Jornalismo, da imparcialidade e do Código Deontológico que deveriam respeitar certamente não é.Num momento em que se assiste a uma tentativa de desintoxicação que está a ser, e bem, promovida por alguns órgãos de comunicação social, uma ovelha negra insiste em jogar uma “Bola Quadrada” que quando rola sai sempre a mesma face.Na capa d’ A Bola de dia 30 de Dezembro do ano passado, o plantel do Sporting surgia em Saldos, retratado pelos jogadores Coates, Acuña e Wendel, com uma etiqueta em tons de vermelho com o respectivo preço “de saldo identificado”. No mercado de inverno nenhum desses jogadores foi vendido e o Sporting CP fez a segunda maior venda de sempre do futebol português. Para saldos, não está mau.É um exemplo de vários, passando pelo voluntarismo “forçado” do Presidente do Clube em pleno estado de emergência (no mesmo dia onde, curiosamente, a CMVM colocou em causa uma OPA no mundo do futebol nacional), culminando com uma capa tendenciosa em pleno mês de Agosto, onde é omitida a posição do Sporting CP e a “história” por trás da história.O jornal A Bola decide então hoje fazer capa, omitindo a posição do Clube, de uma notícia de há 3 meses, cujo conteúdo foi alvo de comunicado do Sporting CP nessa data (link), sobre o processo que decorre com Siniša Mihajlović.Será conveniente recordar que, a 30 de Abril, o Sporting CP emitiu um comunicado, no qual refere “com esse fundamento, Siniša Mihajlović manteve a execução instaurada contra a Sporting CP - Futebol, SAD e na qual havia já procedido à penhora das receitas que à Sporting CP - Futebol, SAD eram devidas pela participação nas provas europeias, na qual a Sporting CP - Futebol, SAD juntará os comprovativos de pagamento e requererá o levantamento da penhora. A Sporting CP - Futebol, SAD continua a considerar que efetuou o pagamento a que estava obrigada nos estritos termos da decisão do CAS e da lei, nada mais sendo devido a Siniša Mihajlović.”Este caso, já várias vezes noticiado e agora esclarecido pelo Sporting CP no Editorial do Jornal Sporting de ontem, em mais um esforço de clarificação e transparência sobre o universo leonino, ganha hoje um destaque curioso. Num contexto em que no nosso universo desportivo existiu uma demissão num clube que parece não acolher o mesmo critério de destaque que a do vogal do Conselho Fiscal do Sporting CP teve pelo jornal. Não está em causa o sucedido, que diz respeito apenas e somente ao clube em causa, mas a dualidade de critérios e importância relativa utilizada pelo mesmo Jornal.Hoje, passados 3 meses da notícia original, o jornal A Bola dá destaque de capa a uma notícia requentada. Os Sportinguistas saberão, como sempre souberam, perceber que não se trata de uma mera coincidência.A liberdade de expressão e de opinião é um valor intocável para o Sporting CP, mas o processo enviesado, a desinformação e dualidade de critérios reiteradamente promovida pelo jornal A Bola não homenageia a História do Jornal, o bom Jornalismo, nem o Desporto. É demasiado desrespeitoso para com um Clube com 114 anos e para com todos os Sportinguistas e, como tal, não o deixaremos passar incólume.


Latest News
Hashtags:   

Sporting

 | 

reagiu

 | 

comunicado

 | 

notícia

 | 

sobre

 | 

alegada

 | 

penhora

 | 

parte

 | 

Desrespeito

 | 

passar

 | 

incólume

 | 

Sources