Thursday 15 April 2021
Home      All news      Contact us      RSS      English
diariodigital - 2 month ago

Ainda o despedimento de Mihajlovic: Sporting poderá ter de pagar 2,9 ME aos adjuntos do técnico

O Sporting poderá ter de pagar 2,9 milhões de euros à restante equipa técnica de Sinisa Mihajlovic, técnico despedido mesmo antes de começar a trabalhar no clube em 2018.Diz o clube no Relatório e Contas da SAD relativo ao primeiro semestre da época 2020/21, que Emilio De Leo, Massimiliano Marchesi, Diego Raimondi e Miroslav Tanjga entraram com uma ação no Tribunal Arbitral do Desporto a pedir uma indemnização de 2,9 milhões de euros ao Sporting.Os adjuntos de Mihajlovic dizem que assinaram contrato com o Sporting em junho de 2018, pelo que solicitam que lhes seja pago o valor dos respetivos contratos. O Sporting tem um entendimento contrário e sublinha que não houve qualquer contrato.Sporting condenado a pagar 3 milhões de euros a MihajlovicEm abril de 2020 o Sporting teve de pagar três milhões de euros que eram devidos ao treinador de futebol Sinisa Mihajlovic, na sequência de uma decisão do Tribunal Arbitral do Desporto (TAD) sobre a indemnização devida ao sérvio.O técnico, atualmente no Bolonha, foi contratado em junho de 2018 pelo então presidente Bruno de Carvalho, mas, poucos dias depois e sem ter feito qualquer jogo, acabou por ser despedido pela comissão de gestão liderada por Sousa Cintra, que contratou José Peseiro. Sinisa Mihajlovic, que atualmente treina os italianos do Bolonha, exigiu uma indemnização de cerca de 11 milhões de euros à SAD do Sporting pela quebra unilateral do contrato, em 27 de junho de 2018.Já a SAD do Sporting alegava que a equipa técnica liderada por Mihajlovic não sobreviveu ao período experimental .O TAD acabou por dar razão ao treinador sérvio e tinha fixado a indemnização nos três milhões de euros, a pagar até 31 de março, mas o prazo foi dilatado até ao fim de abril com o adiamento do prazo para cumprimento do fair play financeiro da UEFA.Só que desse valor, apenas 2,25 milhões de euros chegaram às conta do técnico, com o Sporting a deduzir os valores que teve de pagar ao Estado. Mihajlovic não concordou, apresentou queixa na UEFA e recorreu a um tribunal de Lausanne que lhe deu razão. O mesmo tribunal decidiu penhorar as verbas do Sporting junto da UEFA, no no total de 750 mil euros.O Sporting refere que já pagou três milhões de euros a Mihajlovic, atualmente ao serviço do Bolonha, bem como uma indemnização por custos legais. A Sporting CP - Futebol, SAD confirma que procedeu ao pagamento a Sinisa Mihajlović das quantias que resultam da referida condenação, incluindo juros e contribuição para as despesas legais, naturalmente sujeitando-as aos impostos legais. Desse pagamento já foram notificados, na sequência da participação apresentada por Sinisa Mihajlovic, a UEFA e a FPF, bem como o próprio, que, apesar de reconhecer o pagamento efetuado, referiu considerar que os descontos legais aplicados pela Sporting CP - Futebol, SAD não são devidos, pretendendo receber a quantia arbitrada pelo CAS como quantia líquida , explicou, na altura, o Sporting em comunicado.O entendimento dos ‘verdes e brancos é outro, apesar de o sérvio manter a execução instaurada sobre a SAD e que tinha originado a penhora das receitas que eram devidas pela participação nas provas europeias.A SAD dos lisboetas juntará os comprovativos de pagamento e requererá o levantamento da penhora . A Sporting SAD continua a considerar que efetuou o pagamento a que estava obrigada nos estritos termos da decisão do TAD e da lei, nada mais sendo devido a Sinisa Mihajlovic , escreveram os leões , em comunicado.


Latest News
Hashtags:   

Ainda

 | 

despedimento

 | 

Mihajlovic

 | 

Sporting

 | 

poderá

 | 

pagar

 | 

adjuntos

 | 

técnico

 | 

Sources