Thursday 24 September 2020
Home      All news      Contact us      RSS      English
diariodigital - 2 month ago

Cláudio Tavares rescinde de forma unilateral com Aves por salários em atraso

O futebolista Cláudio Tavares vai entregar um pedido de rescisão unilateral à SAD do Desportivo das Aves por salários em atraso, confirmou hoje à agência Lusa o pai do ex-jogador do clube despromovido à II Liga.O defesa direito, de 23 anos, cumpriu três jogos ao serviço da formação do concelho de Santo Tirso, onde chegou há quatro anos para reforçar a equipa B, oriundo das camadas jovens do Vitória de Guimarães, no qual terminou um percurso formativo com passagens por Casa Pia, Belenenses, Benfica, Sporting e Os Sandinenses.Cláudio Tavares é o 12.º atleta a desvincular-se do Desportivo das Aves por sucessivas dívidas salariais, depois dos guarda-redes Quentin Beunardeau e Raphael Aflalo, dos defesas Jonathan Buatu e Mato Milos, dos médios Aaron Tshibola, Estrela, Pedro Delgado e Reko Silva e dos avançados Kevin Yamga, Rúben Macedo e Welinton Júnior.A SAD do Desportivo das Aves, liderada pelo chinês Wei Zhao, acumula quatro meses seguidos de ordenados em atraso e falhou em 29 de julho os requisitos de licenciamento das provas profissionais de 2020/21, tendo a Comissão de Auditoria da Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP) detetado três incumprimentos legais e 13 financeiros.Os nortenhos dispuseram de três úteis para apresentar o recurso nos serviços da Liga de clubes, mas, ao contrário do Vitória de Setúbal, dispensaram a contestação junto do Conselho de Justiça da Federação Portuguesa de Futebol (FPF), acatando um desfecho que determina a descida por via administrativa ao Campeonato de Portugal.O Desportivo das Aves terminou a última edição da I Liga na 18.ª e última posição, com 17 pontos, outros tantos abaixo da zona de salvação, consumando a descida à II Liga no relvado, a par do Portimonense, penúltimo, com 33 pontos, menos um que os sadinos.A LPFP convidou os algarvios a manterem-se na I Liga e o Cova da Piedade e o Casa Pia a ficarem no escalão secundário, após terem sido despromovidos pela via administrativa, com o cancelamento daquele escalão devido à pandemia de covid-19.


Latest News
Hashtags:   

Cláudio

 | 

Tavares

 | 

rescinde

 | 

forma

 | 

unilateral

 | 

salários

 | 

atraso

 | 

Sources