Saturday 6 March 2021
Home      All news      Contact us      RSS      English
diariodigital - 11 days ago

Tuchel: Não deixámos respirar uma equipa que teve oito jogadores dentro da sua área

Thomas Tuchel ficou satisfeito com o desempenho da sua equipa na 1.ª mão dos oitavos de final da Liga dos Campeões. O Chelsea venceu o Atlético Madrid por 1-0 em Bucareste e está em vantagem para seguir para os quartos de final. Sabíamos que eles iam estar organizados atrás. Encontrar espaço numa equipa tão organizada é dos desafios mais exigentes que há. Estivemos bem a defender, não permitimos contra-ataques e não deixámos respirar uma equipa que teve oito jogadores dentro da sua área , disse o treinador do Chelsea, no final da partida.Diego Simeone, técnico do Atlético Madrid, tinha outra visão. Cada um pode dizer o que quiser. Queríamos estar compactos e sair em contra-ataque com o talento do João Félix, do Lemar e do Correa. Foi uma partida muito disputada, sem muitas ocasiões, que acabou por ser decidida com um grande golo do Giroud. [A 2.ª mão] será difícil, um jogo duro como qualquer partida de Liga dos Campeões. Estou convencido de que é possível revertermos a situação, temos de melhorar e confessar que não estamos, neste momento, numa boa fase , disse o técnico argentino do Atlético Madrid, nada preocupado com a atual situação da equipa. Olhando para o que os jogadores trabalharam e o compromisso que tiveram, sinto-me bem. Confio nesta equipa. Se em setembro me dissessem que estávamos em primeiro lugar no campeonato e perdíamos 0-1 na primeira mão dos oitavos da Liga dos Campeões eu assinava. O momento não é bom, mas faltam três semanas para a segunda mão. Depois do que vimos hoje [terça-feira], veremos qual será a melhor forma de conseguirmos passar a eliminatória. A vantagem é do Chelsea mas faltam 90 minutos , recordou.O Atlético Madrid, com João Félix no onze, acabou por se vítima da estratégia habitual do seu treinador, o argentino Diego Simeone, nos jogos desta competição, de jogar para, acima de tudo, segurar o 0-0, e procurar resolver a eliminatória no terreno do adversário.Desta vez, porém, a estratégia saiu furada a cerca de 20 minutos do final da partida, quando o internacional francês Olivier Giroud fez o único golo da partida num vistoso ‘pontapé de bicicleta’, que foi validado, a despeito da posição de fora de jogo em que se encontrava no momento do remate, pelo facto de a bola ter sido tocada pelo defesa da casa, Mário Hermoso, na tentativa de aliviar perante a ameaça de Mason Mount.


Latest News
Hashtags:   

Tuchel

 | 

deixámos

 | 

respirar

 | 

equipa

 | 

jogadores

 | 

dentro

 | 

Sources