Thursday 13 May 2021
Home      All news      Contact us      RSS      English
diariodigital - 20 days ago

FC Porto 1-0 V. Guimarães: Um novo fôlego

Mesmo sem deslumbrar, o FC Porto foi competente o suficiente para vencer o Vitória de Guimarães, resultado que permite à equipa de Sérgio Conceição reduzir para quatro pontos a diferença para o Sporting. Um golo de Moussa Marega, que não marcava há oito jogos, no início da segunda parte (49’), foi suficiente para garantir os três pontos frente a um adversário que falhou em dar seguimento à boa entrada em campo.Com Otávio e Marega de regresso ao onze - o maliano voltava a fazer dupla com Taremi na frente - o FC Porto viu o Vitória deixar alguns avisos a abrir o jogo. Depois de falhar o remate no coração da área, Marcus Edwards fintou Mbemba e cruzou rasteiro para o segundo poste, mas Otávio impediu o desvio de Sacko (9 ) com um corte providencial.Após um primeiro quarto de hora mais amorfo, os dragões passaram a ter mais bola e o Vitória foi-se deixando empurrar cada vez mais para as imediações da sua área. Taremi esteve perto de marcar aos 17 , ao lançar-se de carrinho para uma bola mal despachada por Mumin, e depois aos 21 , com Pepe a isolar o iraniano que desviou para uma enorme defesa de Bruno Varela.Marega, que procurava quebrar um longo jejum de golos, voltou a agitar o jogo antes do intervalo, com um pontapé de fora da área que acabou nas mãos de Varela. Mas só no início da segunda parte é que o maliano pôde, enfim, festejar: Rochinha bateu mal um livre e, de seguida, Mumin permitiu o desarme a Marega, que conseguiu aguentar a pressão do defesa vitoriano e atirar para o 1-0.O FC Porto continuou a procurar a baliza adversária e ameaçou, por mais que uma vez, o segundo. Aos 56 minutos, Bruno Varela sacudiu como pôde um pontapé fortíssimo de Otávio na área, tendo voltado a brilhar aos 68 com Marega pela frente. Pelo meio, André Amaro introduziu a bola na própria baliza quando tentava o corte, mas havia fora de jogo de Marega no início do lance.Pepelu ainda obrigou Marchesín a esticar-se para defender um livre direto (73′), no único remate do Vitória no jogo, mas o FC Porto foi dando mostras de tranquilidade até ao fim. Houve, inclusive, tempo para Francisco Conceição — que entrara pouco antes — rematar à trave num lance em que os azuis e brancos ficaram a pedir grande penalidade por mão na bola.Com a sétima vitória consecutiva no campeonato, o FC Porto chega aos 66 pontos e aproveita o deslize do Sporting para encurtar distâncias - há 12 jornadas que não estava tão próximo do líder. Já o Vitória de Guimarães regressou às derrotas – a quinta nos últimos seis jogos – e está no 6.º lugar, com 38 pontos.O momentoGolo de Marega: Aos 49 minutos, na sequência de um livre mal marcado pelo Vitória, Otávio lançou Marega, que aproveitou uma abordagem pouco eficaz de Mumin e, mesmo pressionado pelo defesa vitoriano, conseguiu rematar com o pé esquerdo para o fundo da baliza. O maliano não festejava um golo há mês e meio.O melhorPepe: Intransponível na defesa portista (que o diga Estupiñán), o defesa-central ainda fez um passe delicioso para Taremi quase marcar, aos 21 minutos.O piorMumin: Depois de um corte arriscado perante entrada de Taremi, que quase marcava, o senegalês hesitou no duelo com Marega, que acabaria por arrancar para o golo do FC Porto.ReaçõesSérgio Conceição: Preferia estar à frente Bino: Claudicámos um pouco num lance e permitimos o golo Francisco Conceição: Só pensamos em continuar a fazer o nosso trabalho e continuar a ganhar André Amaro: Olhámos nos olhos o campeão nacional


Latest News
Hashtags:   

Porto

 | 

Guimarães

 | 

fôlego

 | 

Sources